domingo, 6 de janeiro de 2019

De anos, aos recomeços

Ao longo dos anos criei uma identidade por aqui, identidade essa que foi crescendo, que partilhou vivências, amores e desgostos, que se encontrou tantas vezes quantas as que se perdeu.
Ao longo destes anos aprendi muito, talvez não tanto como gostaria, admito, talvez não tenha feito para aprender mais, talvez tenha deixado as coisas correrem do seu próprio jeito.
Apesar de não o poderem ver, eu disse que era o primeiro a admitir os meus erros, até mesmo quando não errava se isso fizesse a outra pessoa feliz, continuarei a fazê-lo muitas mais vezes, talvez seja pura arrogância de que sou forte, de que consigo suportar tudo até não o conseguir fazer mais.
Se hoje chegaste aqui não saberás do que falo e ainda bem, uma nova história será contada, irei uma vez mais usar este espaço para crescer, para me lembrar do que me liga, talvez, e isto é mesmo um talvez, irei criticar, ironizar e ao mesmo tempo contar o mundo a meus olhos.

Sem comentários:

Enviar um comentário